terça-feira, 2 de agosto de 2011

GRANDES CLÁSSICOS DOS QUADRINHOS MUNDIAIS

Hoje vamos mostrar mais um artista que trabalhou dando continuidade a obra de Alex Raymond.
Este artista foi escolhido pela King Features Syndicate para ilustrar Flash Gordon. Os artistas anteriores procuraram seguir o estilo de Alex Raymond, já este artista procurou utilizar seu próprio estilo, dando uma aparencia diferente a Flash Gordon, apesar do belo trabalho houve uma certa frustração da parte dos fãs porque o fisico de Flash era mais franzino, bem diferente dos artistas anteriores; mas no geral foi feito um belo trabalho.







Daniel Barry (July 11, 1923 – January 25, 1997) was an American cartoonist . Daniel Barry ou simplesmente Dan Barry foi um ilustrador norte-americano nascido em 11 de Julho de 1923 e iniciou sua carreira nas histórias em quadrinhos na década de 1940, trabalhando com Leonardo Starr, Stan Drake e seu irmão Sy Barry, ele ajudou a definir um estilo que dominou e revolucionou a era Marvel e que chamou a atenção de Jack Kirby com o estilo caracterizado por uma atenção especial para as linhas e a definição clara de texturas.
Tarzan desenhado por Dan Barry


From 1947-48 he drew the Tarzan daily strip , then in 1951 revived the Flash Gordon daily strip . De 1947-1948, ele trabalhou nas tiras diárias de Tarzan , em seguida, em 1951 foi chamado para ilustrar as tiras diárias de Flash Gordon.




 Os textos das histórias eram dos escritores de ficção cientifica: Harry Harrison e Maio Julian At different times science fiction writers Harry Harrison and Julian May both contributed scripts to the series. Que contribuíram também para os scripts da série. In addition, at various times during his tenure, he was assisted in his artwork by a number of artists including Bob Fujitani, Fred Kida and Frank Frazetta . Além disso, no tempo que ficou à frente da série ele foi assistido na parte de arte por um número de artistas, que incluiram nomes como Bob Fujitani, Fred Kida e Frank Frazetta. When artist Mac Raboy died in 1967, Barry assumed responsibility of the Flash Gordon Sunday strip also. Quando o artista Mac Raboy morreu em 1967, Barry assumiu também  a responsabilidade  das páginas dominicais de Flash Gordon. In 1990, he left Flash Gordon altogether, when the syndicate, King Features asked him to take a cut in pay. Em 1990, ele deixou completamente  de trabalhar em Flash Gordon, quando a  King Features propôs  um corte em sua remuneração.
His last work was for Dark Horse Comics , where he wrote and drew many Indiana Jones and Predator comic books. Seu último trabalho foi para a editora Dark Horse Comics , onde escreveu e desenhou muitas histórias de Indiana Jones e o Predador em quadrinhos.
Dan Barry's brother, Sy Barry , was an artist on The Phantom . O irmão de Dan Barry, o desenhista Sy Barry (tão conhecido e admirado pelos fãs do Espírito que Anda), foi o artista do personagem máximo de Lee Falk: O Fantasma.
Dan Barry faleceu em 25 de Janeiro de 1997.
O Fantasma Brasil trás uma edição especial da editora Abril composto sómente com histórias deste grande artista, que teve a coragem e personalidade de ilustrar um personagem consagrado utilizando seu próprio estilo, totalmente diferente do criador Alex Raymond. 
Para baixar esta bela edição é só clicar nos links abaixo.


- FlashFlash Gordon # 1 – Abril - Parte 1 – http://www57.zippyshare.com/v/89093929/file.html

Flash Gordon # 1 – Abril – Parte 2 – http://www38.zippyshare.com/v/66534893/file.html Gordon – Abril # 1 – Parte 1 -




3 comentários:

  1. Alex Raymond era um Senhor, com S maiúsculo.
    Todos os que o seguiram na continuação da sua obra, teem o seu valor, mas Alex Raymond será sempre o mestre, no que toca ao Flash Gordon, e não só.
    Para mim as melhores histórias de Flash Gordon são as primeiras, no planeta Mongo. Fantásticas, principalmente nas versões coloridas.

    Bem haja amigo Sabino por nos dar a oportunidade de ver e ler histórias deste grande herói. Para mim, o melhor, depois do Fantasma e do Mandrake.

    Luis

    ResponderExcluir
  2. Olá Amigo Luis,
    Você colocou uma grande verdade,Alex Raymond foi realmente insuperavel, e as histórias de Flash no Planeta Mongo foi a sua grande obra, as outras histórias são como as continuações das franquias dos filmes, nenhuma continuação se iguala a ideia inicial.
    Eu também penso assim entre meus heróis prediletos Flash Gordon ocupa lugar de destaque depois do Fantasma.
    Abrigado pelo seu cómentário.
    Sabino

    ResponderExcluir
  3. Amigo seria interessante se pudesse reupar!sem 4 ou 2shared se possível!abraço

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...