sexta-feira, 2 de agosto de 2013

GRANDES CLÁSSICOS DOS QUADRINHOS

DICO O ARTILHEIRO

Olá pessoal, grato por acessar o nosso blog e hoje temos uma grande atração para fechar a semana e iniciar bem o mês de Agosto.
Trazemos um grande clássico dos quadrinhos mundiais, ilustrado pelo grande mestre dos quadrinhos: José Luis Salinas, Argentino nascido em 1908, falecido em 1985.
Salinas não é só um dos maiores nomes dos quadrinhos mundiais, mas um mestre mundial nesta arte.
Foi o primeiro artista platense da especialidade a ter seus trabalhos publicados em muitas partes do mundo, firmando ainda mais o seu conceito quando passou a colaborar para o King Features Syndicate.
Salinas é um autodidata completo, e costumava afirmar: "O desenho não se aprende, apenas aperfeiçoamos aquilo que já nasce com a gente".
Os trabalhos de Salinas eram tão harmoniosos que se podia afirmar que a America Latina já tinha o seu Harold Foster.
Em 1949, o King Features syndicate queria transpor para os quadrinhos um personagem criado por O. Henry - Cisco Kid. Salinas foi convidado para o projeto, viajou para os E.U.A., fechou contrato, que tinha uma curiosa cláusula: continuaria morando no seu país e remeteria o trabalho para os Estados Unidos, a partir dos roteiros que lhe mandava Rod Reed. Assim entre 1950 e 1968, Salinas desenhou Cisco Kid para a meca dos comics norte americanos, sentado em seu estúdio em Buenos Aires.
Em 1973 Salinas passou um período trabalhando em ilustração e criação de livros sobre a história dos trajes e uniformes no século XIX, depois disso voltou ao King Features para fazer uma parceria com seu compatriota o argentino Alfredo Grassi, e desenhou de 1973/75, Dick the Gunner (Dico o Artilheiro, no Brasil, em revista própria editada pela RGE). Depois que Salinas deixou o personagem, ainda teve continuidade, algum tempo com ilustrações de Lucho Oliveira. Terminaram aí as experiências de Salinas nos quadrinhos.
Salinas foi ganhador de todos os prêmios possíveis na Argentina, e em 1976, foi galardoado em Lucca com o troféu Yellow Kid, o máximo da distinção mundial. Salinas deixou uma obra a ser admirada através dos anos pelo invariável traço limpo, sereno, expressivo em cada quadrinho, em cada detalhe que ele nunca cansou de desenhar.
E o blog Fantasma Brasil tem a honra de trazer a edição # 4 da revista Dico o Artilheiro publicada pela Editora RGE, para que os veteranos possam matar a saudades de seu tempo de criança e os mais jovens poderem conhecer esta grande obra dos quadrinhos mundiais.
O crédito deste scan é do amigo: Justin, do saudoso blog Quadrinhos antigos

Então galera é só clicar na hiperligação, e curtir uma grande história vivida nos campos de futebol pelo grande artilheiro: Dico.




2 comentários:

  1. Este scan foi feito pelo Justin.

    ResponderExcluir
  2. Olá anônimo,
    Agradeço a Informação
    Sabino

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...