sexta-feira, 20 de julho de 2012

CURIOSIDADES SOBRE O FANTASMA

O Uniforme do Fantasma


Olá pessoal hoje iremos falar a respeito de um assunto que no universo do Fantasma é bastante controverso, variando de país para país onde o Fantasma é publicado.
Enquanto o uniforme do Fantasma se manteve praticamente inalterado desde a sua primeira aventura ("A Irmandade dos Piratas Singh"), uma série de diferenças sutis surgiram ao longo dos anos. Por exemplo, na história original, O Fantasma usava luvas quando ele apareceu pela primeira vez em 21 de fevereiro de 1936. Estas desapareceram rapidamente.

O Fantasma de luvas na primeira aventura, e que foram abandonadas

Pequenas diferenças também ocorreram com a forma e a espessura de sua máscara, uma vez que, quando as origens da concepção de seu uniforme foi explicada, ele usava apenas um cinto de fivela de tamanho grande.

A mascara do Fantasma sofreu alterações com o passar dos anos, ficando mais fina e geométrica

Nessa história, o Fantasma explicou pela primeira vez que ele confeccionou um uniforme baseado no deus demônio dos gigantes Wasaka, que escravisavam a tribo dos Pigmeus Bandar (por muitas gerações) ... fez uma fantasia que foi tingida na cor do ídolo surgiu assim o uniforme roxo claro.

Aqui a história que descreve como foi criado o uniforme do Fantasma

No entanto, em uma aventura de uma tira diária recente, a cor do uniforme do Fantasma permaneceu indefinida. Inicialmente Lee Falk havia escolhido o nome do personagem de sua tira diária de "The Ghost Grey" (O Fantasma Cinza) e, embora ele tivesse mudado para "The Phantom" (O Fantasma) bem antes da tira começar a ser distribuida, muitas referências apareceram por vários anos indicando que o uniforme Fantasma era realmente cinza.

Lee Falk havia idealizado o nome do personagem para “The Ghost Gray” e teria a cor “Cinza”.

O Fantasma na cor original idealizada por Lee Falk

Impresso em cores, alguns acontecimentos estranhos ocorreram. Naquela época, os editores de jornais tinham de entregar a sua tiras coloridas nas vésperas do domingo, aparentemente não houve orientação suficiente pelas distribuidoras sobre o esquema de cores corretas. Assim, o Fantasma começou a aparecer nos jornais internacionais nas páginas de domingo com uniformes coloridos em várias cores diferentes - vermelho na Itália, Grécia e Brasil, azul (e às vezes vermelho) na França, e todo tipo de azul prateado e lilás e azul claro básico, em muitos outros países.
Na França o uniforme é vermelho.

No Brasil o uniforme era vermelho e na década de 90 passou a ser roxo.

Na Escandinávia o uniforme azul, com shorts de listras vermelho e preto

O listrado diagonal em seu shorts, que deveriam ser roxo e preto, começaram a aparecer em vários esquemas de cores imagináveis, sendo o vermelho e preto mais utilizado (a editora Frew tem sido responsavel por influenciar estas combinações de cores berrantes, muitas vezes nos shorts do Fantasma nas ilustrações de capa).

No Brasil, o shorts com as listras em amarelo e preto.

Ao longo dos anos, os únicos itens do uniforme do Fantasma, que se mantiveram inalterados foram as suas botas de cano alto, as armas (as pistolas automáticas), cinto e coldre, que sempre foram pretos.

As botas de cano alto que nunca mudaram.

O cinturão e o coldre pretos que permaneceram inalterados.

Aí está meus amigos desvendado todos os pormenores referentes ao uniforme do “Espírito que Anda” ao longo de seus 76 anos de existência.
Até o nosso próximo “curiosidades” onde iremos saber um pouco mais sobre o nosso grande herói.
Um bom fim de semana a todos.
Sabino

















4 comentários:

  1. Olá, amigo Sabino.
    Mais umas achegas acerca do uniforme do Fantasma.
    Ainda bem que Lee falk tirou as luvas ao Fantasma. Uma coisa que nunca entendi é como é que os heróis e super-heróis conseguem actuar de luvas. O sentido do tacto é muito importante para certas ocasiões, inclusive para permitir uma maior destreza. Pode protejer, mas deve dificultar o manuseio de objectos.
    Eu creio que, como dizem os entendidos, a primeira imagem que se tem de algo torna-se a mais importante e duradoura, influenciando apreciações futuras. Assim, Conforme o uniforme apareceu de início em cada país, assim é mais apreciado nesse mesmo país. Desta forma, creio que, no Brasil será mais apreciado com a cor vermelha, enquanto que em Portugal o rouxo é mais bem visto, ao passo que na Itália nada chega ao azul. No entanto, tentando analizar friamente, eu direi que, tirando o cinzento, que Lee Falk pretendia de início, o roxo, principalmente em tons mais escuros, funcionará bem melhor como camuflagem do que outras cores mais berrantes. E a camuflagem é algo muito importante no "modus operandi" do Fantasma, permitindo-lhe surpreender e intimidar os criminosos.
    Muito haveria a dizer e debater acerca do assunto. E porque não aqui nos comentários? Seria bom ouvir outras opiniões.

    Bem-haja, amigo Sabino, por nos presentear com estas informações e esclarecimentos.

    Luis

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo Luis,
      Realmente concordo contigo, este assunto sobre o uniforme e principalmente a variação das cores, daria para escrevermos muitos artigos.
      E fica aberto o assunto aos amigos que quiserem colocar sua opinião.
      Abraço
      Sabino

      Excluir
  2. Olá amigo Sabino, olá amigo Luís! Realmente aqui no Brasil o vermelho é o preferido da maioria, (pelo menos no meu caso, rs,rs...) e o interessante é que aqui foi pintado assim por questões gráficas, me corrija nosso "mestre" se eu estiver errado. Interessante também que naquela mini-série lançada em 2010 pelo canal SyFyo o uniforme funcionava com uma espécie de armadura, ou exoesqueleto. O Fantasma é mesmo um herói fascinante, não tem nenhum super poder como o Batman, mas também não tem nenhum cinto de utilidades, vale-se apenas de sua inteligência e força física, já que raramente usa suas armas. Muito bem colocada a questão das luvas pelo nosso amigo Luís.
    Parabéns amigo Sabino, mais uma vez você criou um artigo excelente!
    Grande abraço
    Raminho

    ResponderExcluir
  3. Olá amigo Raminho,
    Realmente você tem razão quando diz que foi por questões gráficas que o Fantasma aqui no Brasil ganhou a cor vermelha, a RGE não tinha equipamento gráfico na é poca para imprimir a cor original (roxo), e é interessante que quando colocaram a cor original lá pelo final da década de 80, a popularidade do Fantasma sofreu um declínio.
    Grande abraço e grato pelo comentário.
    Sabino

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...