terça-feira, 23 de agosto de 2011

GRANDES CLÁSSICOS DOS QUADRINHOS MUNDIAIS


Rip Kirby era mais sofisticado e urbano do que os outros personagens da ficção, mas tudo bem, porque foi uma obra muito bem sucedida - tanto para as pessoas que escreveram como as que a  desenharam. Alex Raymond tornou-se tão famoso por Rip Kirby como por seus trabalhos anteriores - e em 1949, ele levou para casa um prêmio Reuben. Financeiramente, Raymond foi recompensado com Rip Kirby ​​muito mais do que por seus outros personagens. Seu sucesso continuou por 10 anos, e terminou em 6 de setembro de 1956, quando, aos 46 anos, quando seu carro em alta velocidade foi ao encontro  e  envolveu  uma árvore e Raymond  morreu instantaneamente.



John Prentice


John Prentice, ficou muito conhecido por seu trabalho nas tiras diárias de Rip Kirby.

Ele nasceu em 17 de outubro de 1920 no Whitney Texas. De 1940-1946 ele serviu na Marinha. Tendo sobrevivido ao bombardeio de Pearl Harbor, ele passou a servir em dois destroyers através de oito grandes campanhas militares.

Estudou brevemente no Instituto de Arte de Pittsburgh, mudou-se para New York em 1947 onde trabalhou em tudo, desde a ilustração de livros de histórias em quadrinhos como capas de revistas. Após a morte de Alex Raymond em  


1956, Prentice foi escolhid o para continuar a tira e o fez 

por 43 anos.



Capa da revista "Gang Busters" para DC Comics desenhada por  John Prentice
Ilustração de Prentice para a revista Coronet



Seus trabalhos eram tão próximos ao de Alex Raymond que os responsáveis da KFS (King Features Syndicate) desafiavam os editores dos jornais de afirmarem onde tinha terminado o trabalho de Raymond e começado o de Prentice na ultima aventura que Raymond deixou incompleta e foi terminada por Prentice.






Ilustração de Prentice, muito próximo de Alex Raymond



Seu trabalho em Rip Kirby foi premiado com a placa de Prata da “Sociedade Nacional dos Cartunistas” para tiras diárias como a melhor história por três vezes.


Quadro de Rip Kirby ilustrada por John Prentice

Rip Kirby é membro honorário da legião de honra, do Departamento de Policia da cidade de New York.
John Prentice faleceu em 23 de Maio de 1999 de Câncer.

Ilustração de John Prentice


O Belo desenho de Rip Kirby executado por John Prentice



                                        

FRED DICKENSON




De nada adianta uma obra ter um excelente ilustrador se os roteiros são fracos e vazios, por isso o grande mérito de Rip Kirby está em seus dois grandes roteiristas: Ward Greene e Fred Dickenson.

Depois da morte de Ward Greene, as histórias passaram a ser escritas por Fred Dickenson, de 1952 até que se aposentou em fevereiro de 1985. Ele também escreveu artigos para revistas e artigos para histórias de ficção.


Fred Dickenson, foi um repórter de jornal por muito tempo e  depois o escritor de ''Rip Kirby o detetive desenhado por Alex Raymond
Durante a carreira jornalística Dickenson, cobriu em Chicago, em 14 de fevereiro de 1929, os assassinatos conhecidos como: O Massacre do Dia de São Valentin.



Dickenson cobriu também a caçada a John Dillinger, o seqüestro de Lindbergh e a explosão do dirigível Hindenburg; essa experiencia jornalistica proporcionou a Dickenson escrever roteiros policiais muito empolgantes.
Fred Dickenson morreu em 06 de maio de 1986, após uma série de derrames. Ele tinha 77 anos e vivia em Sarasota.
Deixou a Esposa Margaret, três filhas e quatro netos

Na foto John Prentice e Freed Dickenson

O Fantasma Brasil tráz orgulhosamente para seus amigos seguidores mais um volume de Rip Kirby, que assim como o anterior foi escrito por Fred Dickenson e magistralmente ilustrados por John Prentice.

Para se maravilhar com estas aventuras basta clicar nos links abaixo da capa.


Nick Holmes # 2 – Abril – Parte 1 – http://www2.zippyshare.com/v/4720833/file.html

Nick Holmes # 2 – Abril – Parte 2 – http://www45.zippyshare.com/v/70349924/file.html












10 comentários:

  1. These links are already posted, it is issue #1. Can you post links for issue #2?

    ResponderExcluir
  2. Amigo Sabino, Obrigado por mais este Grandes Clássicos.
    Um pequeno erro, que pode acontecer a qualquer um, e que o Amigo Sabino irá com toda a certeza resolver: a hiperligação da primeira parte é a do número 1, a da segunda parte está certa.
    Desde já o nosso obrigado, pelo esforço e pela oportunidade que nos dá de podermos ver e rever estas obras que tantas saúdades nos trazem

    Bem haja

    Luis

    ResponderExcluir
  3. O link do primeiro e da ediçao 1.

    ResponderExcluir
  4. Delboj Hello,
    Thanks for the comment, the link has been corrected.
    hug
    Sabino

    ResponderExcluir
  5. Olá amigo Luis,
    Quero agradecer-lhe pela observação a respeito do link trocado.
    O link já foi corrigido.
    Obrigado pelo seu comentário, e um grande abraço.
    Sabino

    ResponderExcluir
  6. Olá chesco36,
    Quero agradecer, pelo toque a respeito do link trocado.
    Fico satisfeito de ver que os amigos estão atentos, é sinal que todo mundo está lendo as revistas.
    Grato pelo seu comentário, e um grande abraço.
    Sabino

    ResponderExcluir
  7. Muito agradecido por este classico.Fico esperando mais Nick Holmes/Rip Kirby. Um abraço.
    javal

    ResponderExcluir
  8. Olá amigo Javal,
    Grato por visitar nosso blog, seja bem vindo ao Fantasma Brasil.
    Abraço
    Sabino

    ResponderExcluir
  9. Por favor, poderiam reparar o LINK?
    Grato!

    ResponderExcluir
  10. Link quebrado, infelizmente...
    Poderia arrumar, por favor?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...